Gerando lista: O ponto cego.
J5 mkt

Gerando lista: O ponto cego.

Gerando lista: O ponto cego.
Criação de listas de e-mails com a estratégia de Inbound Marketing não se trata apenas de oferecer conteúdo em troca do lead, pois cada público reage a estímulos diferentes, logo, a captura de leads não pode ser única e de modo geral.  Existe uma “porta” pouco usada nesse processo, um ponto cego que, em muitos dos casos funcionaria até bem melhor do que a estratégia mais apalpada do momento. Porém, obviamente, tudo parte do testar!

A estratégia mais usada.

Na grande maioria dos casos a captura de leads é feita da mesma forma, parecendo até uma receita de bolo dessas que a gente pega pela internet.
É sempre um produto digital (vídeo ou e-Book, etc) em troca do lead; isso funciona? Claro que sim! Dá até bons resultados, mas…a questão é que, essa, nem de longe é a melhor ou mais eficaz forma de converter um lead com conteúdo relevante, e quando digo conteúdo relevante, quero dizer conteúdo TOP, quero dizer a nata do que você tem a oferecer em termos de conhecimento. A J5 Marketing não acredita em verdades unilaterais.

 Uma analogia que ajuda na compreensão.

Já repararam que em séries de TV ou em novelas, os segundos finais de cada episódio, sempre tem um “tempero a mais” que deixa o telespectador praticamente implorando pra ver a continuação? Bingooooo!!!!!!!!!! É exatamente esse modelo de gancho que possui uma chance muito maior de prender a atenção e fazer com que o lead seja capturado.

Agora que você já entendeu, pegue essa estratégia, amplie para a sua realidade e aplique na sua forma de capturar leads.

 A estratégia esquecida(ponto cego).

Escolha algum dos seus materiais  que já esteja pronto, um e-book, um vídeo, ou crie algo novo.
Em seguida dissolva esse material em 3(ou mais) artigos e, certifique-se de que seja algo altamente relevante, cativador e então, ofereça 2 artigos totalmente gratuitos. faça a publicação do primeiro artigo e espalhe o link o quanto puder, Facebook, Insta, Linkedin, faça um post patrocinado do artigo, se for preciso.
No primeiro artigo, deixe o target sentir o “gosto”, a degustação também funciona muito bem no universo digital(pergunte a Netflix). No final do primeiro artigo, deixe um link para a segunda parte do material. Mantenha o segundo artigo tão interessante quanto o primeiro, ou até melhor.
E agora vem o pulo do gato, se seu material for de fato, rico em qualidade de conteúdo, certamente, ao final do segundo artigo o leitor já estará em êxtase  com a leitura, então, ao final do segundo artigo você colocará um link para o terceiro e último material, mas detalhe, esse link será uma CTA(call-to-action) que em tradução livre significa “chamada à uma ação”, esse link terá destino em uma página de captura onde o leitor deixará o lead, para poder acessar o restante do conteúdo. Bem interessante, não acha?

 Agora cabe a pergunta!
Qual das duas estratégias citadas possuem mais chances de capturar um lead?
A estratégia mais usada, ou a estratégia do “ponto cego”?

 

Deixe sua opinião nos comentários, forte abraço e até a próxima.

Deixe uma resposta

Fechar Menu

PRECISA DE ALGUMA INFORMAÇÃO?

Deixe seu contato e ligaremos para você!

Jamais te enviaremos SPAM